Terça-feira, 21 de Novembro de 2017 | você está em »principal»Blogs»O Quinto Poder
Publicado em 27/10/2017 às 14h57
Asilos de Jacareí


JOSÉ LUIZ BEDNARSKI

As funções do promotor de justiça proporcionam novos conhecimentos aos titulares do cargo que extrapolam as páginas dos processos. Conheci por intermédio do trabalho os três asilos em Jacareí: Amor e Caridade, São Vicente de Paulo e Lar Fraterno da Acácia. Todos prestam relevante serviço social na cidade.

O primeiro está localizado na subida de um morro, na região central. As instalações são amplas, serve refeições muito bem preparadas e tem um excelente sítio eletrônico, que expõe os diferentes projetos da instituição e estimula os munícipes a colaborarem.

O Lar São Vicente também se situa na região central, perto do Parque da Cidade. As freiras que recepcionam os visitantes são encantadoras. Sem luxo ou ostentação, os quartos onde dormem os idosos são bem confortáveis. Os canteiros do jardim são coloridos de flores, atraem dezenas de borboletas e trazem um pouco da alegria da Natureza ao coração dos idosos.

O Lar Fraterno, por seu turno, instalou-se no aprazível altiplano de Cidade Salvador. Dispõe de espaçosa área verde, com direito a pomar e horta. A comunidade participa de inúmeras atividades na área de convivência do asilo, assim o convívio do interno com pessoas de diferentes idades ameniza a solidão.

Ainda não conheço o Lar Frederico Ozanam. Ouvi dizer que sua paisagem bucólica é linda. No entanto, posso garantir que o perfil do morador idoso muda pouco. É composto majoritariamente por pessoas com graves comprometimentos físicos ou demência senil, gente deixada lá e pouco visitada pelos familiares, infelizmente.

Pesquisa da Universidade de Michigan aponta que a depressão é um dos principais males que aflige a terceira idade. Dos que moram em casa, 20% dela sofrem. Dos que vivem em asilos, 80%. As principais causas da depressão são a solidão, perda de qualidade de vida e surgimento de doenças decorrentes do avanço etário.

Pelo menos dois desses fatores podem ser combatidos com calor humano e trabalho voluntário. Não bastam as doações, os asilos também precisam de ajuda imaterial da sociedade. Por isso, projetos em Jacareí como o Vô na Vó são muito importantes, merecem todos os encômios e devem ser ampliados.

Publicidade
Compartilhe

Comentários (1)

ATENÇÃO!

Os comentários publicados neste espaço são de responsabilidade de seus autores e não expressam
necessariamente a opinião do Diário de Jacareí


Por favor, faça o login antes de comentar

Marcos Rodrigues   3 semanas atrás
O QUE MAIS ME CHAMA ATENCAO, NAO SAO O NUMEROS DE VOLUNTARIOS (QUE SAO MUITOS), MAS A QUANTIDADE DE IDOSOS NESSES LARES... ONDE ENTAO OS FAMILIARES?...
21 NOV
Publicidade
Notícias

Artigos
Perfil do Blog
O Quinto Poder

Coluna assinada pelo Promotor de Justiça da Cidadania, José Luiz Bednarski. Uma abordagem apartidária, com discussão aberta dos assuntos de interesse geral; o amadurecimento paulatino da cidadania, a força da população em diálogo com órgãos independentes representativos, como MP, Defensoria Pública e outras instituições criadas ou fortalecidas a partir daConstituição de 1988.


E-mail do autor: joseluizbednarski@gmail.com
Arquivo
08/04/2017
A Prefeitura voltou a permitir o estacionamento rotativo pago, das 9h às 16h, na rua Barão de Jacareí. Vc concorda com a medida?
  • 46.1%
  • 40.7%
  • 7%
  • 6.2%
06/02/2017
Qual a sua opinião sobre a qualidade do serviços prestados pelo SAAE em Jacareí?
  • 34.1%
  • 31.9%
  • 24.1%
  • 9.9%
Logos e Certificações: