Publicidade
Sábado, 24 de Junho de 2017 | você está em »principal»Blogs»O Quinto Poder
Publicado em 02/06/2017 às 12h06
O Cobrador


JOSÉ LUIZ BEDNARSKI

A Câmara Municipal de Jacareí superou o veto do Poder Executivo e por ampla maioria de votos sancionou a lei municipal que prevê a obrigatoriedade de cobrador no transporte coletivo de passageiros afonsinos.

A nova legislação é de um retrocesso sem precedentes. Como argutamente observado por Eloísa Nascimento, viva a manivela e abaixo o progresso!
Assim como na Alemanha, na Suíça não existe vendedor de passagens nos trens. Os caixas são automáticos desde 1994. Ou seja, nosso atraso é de quase um quarto de século.

Nenhum país é mais conhecido pelos ônibus que a Inglaterra. Principalmente os de dois andares. Lá, os coletivos são rigorosamente pontuais e não contam com cobradores, os passageiros pagam e pegam troco em máquinas ao lado do motorista, que cuida do equipamento.

Os defensores do retrocesso podem redarguir que não estamos na Suíça, Alemanha ou Inglaterra. É verdade, mas esperamos que nossa nação possa um dia ter mentalidade de primeiro mundo e se ombrear a essas principais bandeiras do progresso e da civilização, em vez de se nivelar por baixo.

Nossos parlamentares jacareienses não agiram de acordo com o interesse geral. Ignoraram que o custo da manutenção do privilégio de determinada categoria não será arcado pela concessionária, mas obviamente repassado ao custo da passagem, em prejuízo dos consumidores, em última análise.

O burgomestre inicialmente prometeu cumprir a Constituição e vetou o projeto aprovado, mas depois preferiu não desgastar seu tônus político-muscular e desistiu da queda de braço com os pretensos representantes do proletariado.
A nova lei pode até não influir no atual contrato de concessão, embora se desconheça nesta cláusula que preveja a obrigação de manter esse contingente de mão de obra, mas certamente vinculará negativamente os próximos a serem firmados.

O contingente de trabalhadores vocacionados a receber moeda, dar troco, auxiliar usuários e controlar catracas é também capaz de executar quaisquer outras funções de reduzido grau de dificuldade ou complexidade, e existem inúmeras por aí, em regime formal ou não de trabalho.

A última quinzena legislativa foi de lastimável prejuízo ao interesse geral de Jacareí. Polianamente falando, consola-nos apenas viver em democracia.

Publicidade
Compartilhe

Comentários (0)

ATENÇÃO!

Os comentários publicados neste espaço são de responsabilidade de seus autores e não expressam
necessariamente a opinião do Diário de Jacareí


Por favor, faça o login antes de comentar

24 JUN
Publicidade
Notícias

Artigos
Perfil do Blog
O Quinto Poder

Coluna assinada pelo Promotor de Justiça da Cidadania, José Luiz Bednarski. Uma abordagem apartidária, com discussão aberta dos assuntos de interesse geral; o amadurecimento paulatino da cidadania, a força da população em diálogo com órgãos independentes representativos, como MP, Defensoria Pública e outras instituições criadas ou fortalecidas a partir daConstituição de 1988.


E-mail do autor: joseluizbednarski@gmail.com
Arquivo
08/04/2017
A Prefeitura voltou a permitir o estacionamento rotativo pago, das 9h às 16h, na rua Barão de Jacareí. Vc concorda com a medida?
  • 46.1%
  • 40.7%
  • 7%
  • 6.2%
06/02/2017
Qual a sua opinião sobre a qualidade do serviços prestados pelo SAAE em Jacareí?
  • 34.1%
  • 31.9%
  • 24.1%
  • 9.9%
Logos e Certificações: