Quarta-feira, 17 de Janeiro de 2018 | você está em »principal»Notícias»Cidade
Publicado em 27/12/2017 às 11h03
Fibria capacita artesãos em Jacareí
A Redação / Assessoria de imprensa
Divulgação
Durante oito meses, 20 pessoas que encontraram no artesanato a possibilidade de aliar trabalho, renda e realização pessoal

A Fibria concluiu junto aos moradores do distrito de São Silvestre, em Jacareí, as atividades de 2017 do projeto ‘Mãos que Valem’. O objetivo da iniciativa é oferecer uma nova alternativa de renda para a comunidade e fortalecer a cultura local.

Durante oito meses, 20 pessoas que encontraram no artesanato a possibilidade de aliar trabalho, renda e realização pessoal, participaram de uma programação intensa de capacitações de assessoria técnica em artesanato com a Mirí Visões e Ações, que foi contratada pela Fibria. Em mais de 80 encontros, foram ministradas dez técnicas artesanais e de gestão comercial.

Como resultado dessa formação, o grupo criou uma coleção exclusiva que foi apresentada para a comunidade em forma de exposição. A mostra recebeu o nome de ‘Plural’ e foi composta por 20 peças inspiradas na cultura da região. Uma das principais técnicas utilizadas foi a do bordado ciranda, em que os desenhos são customizados em círculos e expressam cenas do cotidiano.

Para aguçar a criatividade dos artesãos, todos participaram de uma visita técnica ao museu A Casa, em São Paulo. O local é considerado referência nacional na produção artesanal e de design. Durante a visita, eles participaram de oficinas e apreciaram diversos trabalhos expostos. “Visitar a exposição ‘A Casa Bordada’ e ver o artesanato exposto e comercializado, com tamanho preciosismo, nos inspira e incentiva a fazer mais e melhor”, diz a artesã Maria Alaíde Costa.

Com intuito de fortalecer o ‘Mãos que Valem’, em 2018 os artesãos devem concluir a formalização de uma associação e lançar a loja virtual da marca Artesãos de São Silvestre.

“O desenvolvimento sociocultural e econômico das comunidades onde a Fibria atua é um compromisso assumido pela empresa. O projeto possibilita não só o incremento da renda familiar, mas também o fortalecimento das tradições culturais de toda uma comunidade. Saber que colaboramos para o fortalecimento desse grupo é prova de que estamos no caminho certo”, diz Adriano Martins, consultor de Sustentabilidade da Fibria.

Publicidade
Compartilhe

Relacionadas
Comentários (0)

ATENÇÃO!

Os comentários publicados neste espaço são de responsabilidade de seus autores e não expressam
necessariamente a opinião do Diário de Jacareí


Por favor, faça o login antes de comentar

17 JAN
Publicidade
Notícias

Blogs
08/04/2017
A Prefeitura voltou a permitir o estacionamento rotativo pago, das 9h às 16h, na rua Barão de Jacareí. Vc concorda com a medida?
  • 46.1%
  • 40.7%
  • 7%
  • 6.2%
06/02/2017
Qual a sua opinião sobre a qualidade do serviços prestados pelo SAAE em Jacareí?
  • 34.1%
  • 31.9%
  • 24.1%
  • 9.9%
Logos e Certificações: