Quarta-feira, 29 de Março de 2017 | você está em »principal»Notícias»Editorial
Publicado em 18/08/2014 às 19h39
Horário Bizarro

A redação / Diário de Jacareí

Começa nesta terça-feira (19), mas muitos eleitores gostariam que nem existisse, tamanha a quantidade de candidatos bizarros que vai desfilar até o dia 2 de outubro no Horário Eleitoral na televisão e no rádio. Poderia ser aproveitado apenas para ser um canal entre os candidatos e os eleitores, quando as propostas deveriam ser apresentadas, mas o horário é também utilizado para um show de horrores de certas candidaturas.

Ele é considerado como a principal oportunidade para os candidatos ganharem visibilidade, visando conquistar o voto do eleitor, pois a propaganda é importante para cada um vender o seu peixe, embora muitos não sejam nada apetitosos. Aquele candidato ao Parlamento, que é completamente desconhecido pela maioria do eleitorado, vai ter o seu momento de fama no programa eleitoral, buscando impactar a sua vítima, ou melhor, o eleitor.

Em meio aos candidatos sérios, também estão aqueles que são apenas oportunistas, aproveitando do horário para se tornarem conhecidos dos eleitores, para que nas eleições municipais de 2016 venham  a se candidatar a vereadores e até a prefeito, pois a ousadia e a falta de bom senso não têm limites nesses casos. Alguns vão aos extremos da mediocridade e transformam o horário num verdadeiro programa humorístico, mas de péssimo gosto. Para esses, sim, o horário não passa mesmo de um grande circo eleitoral, onde o papel de palhaço cabe ao eleitor.

Sem muitas chances de vitória nas urnas, alguns candidatos para a Assembleia Legislativa e o Congresso Nacional são e não passam de uma piada eleitoral.

Como nas eleições anteriores, os candidatos de nomes bizarros devem marcar presença no pleito deste ano, haja espaço! O eleitor, mais uma vez, deve se virar com eles.

Mais uma vez, vão tentar, mas, segundo balanço de pleitos passados, está comprovado que não basta apenas um nome chamativo para convencer o mais incauto eleitor, pois a maioria desses candidatos exóticos jamais se elegeu. O resultado das eleições prova que o desempenho deles nas urnas costuma ser um verdadeiro fracasso.

Ainda bem que na hora do voto a decisão final cabe mesmo ao eleitor. Com um mínimo de consciência política possível, ele definirá o futuro desses simpáticos e divertidos candidatos. E que o eleitor possa também, com discernimento, dar o seu voto de confiança aos candidatos que realmente têm um compromisso político sério com o Brasil, seu Estado e os municípios.

Para o bem da democracia, o ideal seria se o Horário Eleitoral não passasse de um espaço para apresentação de propostas dos candidatos e não para propagação de intrigas, ataques e mentiras descabidas. Se assim fosse, o eleitor ficaria bem grato, pois não é nada fácil fazer o papel de palhaço no cenário político brasileiro.

É a nossa opinião.

 

Publicidade
Compartilhe

Comentários (0)

ATENÇÃO!

Os comentários publicados neste espaço são de responsabilidade de seus autores e não expressam
necessariamente a opinião do Diário de Jacareí


Por favor, faça o login antes de comentar

29 MAR
Publicidade
Notícias

Blogs
06/02/2017
Qual a sua opinião sobre a qualidade do serviços prestados pelo SAAE em Jacareí?
10/09/2016
O debate na TV Band Vale ajudou você a definir o voto para prefeito de Jacareí?
  • 60%
  • 24%
  • 16%
  • 0%
  • 0%
Logos e Certificações: