Sábado, 21 de Outubro de 2017 | você está em »principal»Notícias»Editorial
Publicado em 06/10/2017 às 14h53
Longe ‘pra xuxu’, mas valeu!

A Redação / Diário de Jacareí

Observe só. Há 1 bilhão e 300 milhões de anos-luz de distância da Terra, no espaço e no tempo, houve uma colisão de dois buracos negros em certo ponto do Universo.

Se você não se lembra mais das aulas de física do ensino médio, ou de quando cursava o ‘científico’, pergunte ao estudante da casa o que significa essa distância. Se ele (ou ela) se esqueceu momentaneamente do significado, ou não houver estudante na casa, explicamos: ‘um ano-luz’ é o percurso realizado por um corpo em um ano à velocidade da luz (300 mil quilômetros por segundo) ou seja, 9 trilhões de quilômetros a cada um do bilhão e 300 milhões de anos, no caso. Popularmente falando, longe ‘pra xuxu!’.

Pois bem, nas infinitas cavernas do tempo dois imensos corpos densos e escuros (buracos negros) se chocaram há 1,3 bilhão de anos-luz atrás e emitiram gigantescas vibrações no espaço e respectivos sons.

Em setembro de 2015, tais vibrações e sons foram captados aqui na Terra por uma equipe de cientistas, que envolveu cerca de mil estudiosos de estações de pesquisas espalhadas pelo mundo: duas no Brasil, das quais uma no Sudeste, mais exatamente no INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais). Nessa estação, trabalham sete pesquisadores dos quais dois são de Jacareí: Allan Silva e Marcos Okada (veja matéria nesta edição).

A detecção do fenômeno só foi possível graças ao trabalho de três pesquisadores norte-americanos: Rainer Weiss, de 85 anos, Kip Thorne, de 77 e Barry Barish, de 81. Três ‘velhinhos da pesada´, que trocaram o tabuleiro de dominó na praça por um ‘interferômetro’, aparelho feito especialmente para pesquisas espaciais desse naipe.

Resultado: ganharam o Nobel de Física 2017, mostraram que esse negócio de aposentadoria por idade é pura balela, que o Brasil é maior que seus saqueadores despudorados, que o INPE é uma instituição que não deve nada aos institutos similares no mundo e que Jacareí aparece nos grandes acontecimentos nacionais a 2 x 7 e prova um ‘pedacinho’ do bolo.

Quer mais? Então, faça sua parte logo; o nosso tempo não é contado em anos-luz, infelizmente.

É a nossa opinião.

Publicidade
Compartilhe

Relacionadas
Comentários (0)

ATENÇÃO!

Os comentários publicados neste espaço são de responsabilidade de seus autores e não expressam
necessariamente a opinião do Diário de Jacareí


Por favor, faça o login antes de comentar

21 OUT
Publicidade
Notícias

Blogs
08/04/2017
A Prefeitura voltou a permitir o estacionamento rotativo pago, das 9h às 16h, na rua Barão de Jacareí. Vc concorda com a medida?
  • 46.1%
  • 40.7%
  • 7%
  • 6.2%
06/02/2017
Qual a sua opinião sobre a qualidade do serviços prestados pelo SAAE em Jacareí?
  • 34.1%
  • 31.9%
  • 24.1%
  • 9.9%
Logos e Certificações: