Quarta-feira, 17 de Janeiro de 2018 | você está em »principal»Notícias»Cidade
Publicado em 22/12/2017 às 18h32
Marco Aurélio aguarda parecer e estuda disputar eleição em 2018
A Redação / Diário de Jacareí
Reprodução/Facebook
Angelo Ananias e Marco Aurélio (à direita) durante entrevista na Rádio Piratininga

O ex-prefeito de Jacareí, Marco Aurélio de Souza (PT), disse nesta sexta-feira (22) que poderá concorrer a uma vaga a deputado estadual em 2018. Durante 40 minutos o político foi o entrevistado do Jornal Piratininga (Rádio Piratininga AM 750), ancorado pelo jornalista Ângelo Ananias.

Marco Aurélio, que governou Jacareí entre os anos de 2001 a 2008 e foi deputado estadual entre 2011 e 2014, também ocupou o cargo de secretário municipal de Habitação no governo Carlinhos Almeida (PT), em São José dos Campos. No início de 2017, reassumiu suas funções no Banco do Brasil como funcionário concursado na instituição.

O ex-prefeito disse que aguarda parecer da Justiça sobre o cumprimento de uma decisão do STF – Supremo Tribunal de Federal – que determina que políticos que tiveram contas rejeitadas não poderão ser impedidos de concorrer. “Na última eleição, em 2014, o pedido de registro de minha candidatura foi indeferido, porque eu tinha contas rejeitadas enquanto presidente do Consórcio Três Rios. Depois desse episódio fiz uma consulta aos nossos advogados que ainda não foi respondida. Eu preciso saber se a minha interpretação sobre o que decidiu o STF está correta ou se a reprovação das contas ainda vai pesar sobre 2018”.

De qualquer forma, segundo Marco Aurélio, o Partido dos Trabalhadores (PT) já está discutindo candidaturas na região e priorizando alguns nomes para o ano que vem.

Marco Aurélio disse que gostaria de ter sido reeleito deputado em 2014, mas reconhece que retomar contatos com as bases e reconstruir uma rede de apoio na região seria um trabalho complicado. “Quando você entra deputado você gasta tempo conhecendo o mandato, conhecendo a região e formando uma base de apoio. Agora, evidentemente as lideranças se dispersaram e não seria uma tarefa fácil reconstruir tudo isso”.

GOVERNO IZAIAS – Prefeito de Jacareí por dois mandatos consecutivos, entre os anos de 2001 e 2008, Marco Aurélio de Souza fez uma avaliação do novo governo na cidade. De acordo com ele, Izaias Santana (PSDB) deixou os alunos da rede municipal de ensino sem uniforme escolar e ainda não cumpriu suas principais promessas de campanha, como a construção de quatro UPAs 24h e de um pronto-socorro. Segundo ele, ‘os sinais que estão sendo dados não são nada alentadores’.

“Está tudo lá no Plano Plurianual, que aponta que essas unidades de saúde já não fazem mais parte dos planos do atual governo e o pronto-socorro municipal – pasmen! - está para o ano de 2021. A diferença entre o que se pautou para ganhar a eleição e o que está sendo feito começa a se distanciar”, comentou.

Sobre a prorrogação por mais um ano da intervenção do Município na Santa Casa de Jacareí, definida ainda em seu primeiro mandato de prefeito, em 2003, Marco Aurélio reafirmou que a intervenção só ocorreu porque não havia outra saída - “era intervir ou fechar o hospital” - enfatizou.

“A devolução para seu grupo gestor (a irmandade) proposta pelo atual governo é válida, mas é preciso que seja feita de tal forma que a instituição não se torne inadimplente outra vez”, finalizou.

A íntegra do programa poderá ser conferida através deste link:

https://www.facebook.com/radio.piratininga.sjc/videos/2083750648525133/

Publicidade
Compartilhe

Relacionadas
Comentários (0)

ATENÇÃO!

Os comentários publicados neste espaço são de responsabilidade de seus autores e não expressam
necessariamente a opinião do Diário de Jacareí


Por favor, faça o login antes de comentar

17 JAN
Publicidade
Notícias

Blogs
08/04/2017
A Prefeitura voltou a permitir o estacionamento rotativo pago, das 9h às 16h, na rua Barão de Jacareí. Vc concorda com a medida?
  • 46.1%
  • 40.7%
  • 7%
  • 6.2%
06/02/2017
Qual a sua opinião sobre a qualidade do serviços prestados pelo SAAE em Jacareí?
  • 34.1%
  • 31.9%
  • 24.1%
  • 9.9%
Logos e Certificações: