Publicidade
Terça-feira, 23 de Maio de 2017 | você está em »principal»Notícias»Geral
Publicado em 12/04/2017 às 09h53
Menos da metade vai reduzir gastos na Páscoa, aponta levantamento

A Redação / Assessoria de imprensa
Ilustração
A piora da economia ainda exerce forte impacto sobre o consumidor nesta época do ano

Com a economia ainda em recessão e o desemprego crescente, as vendas na Páscoa deste ano não devem apresentar crescimento expressivo. Uma sondagem realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) em todas as capitais, mostra que entre os consumidores que vão realizar compras na Páscoa, 39% planejam diminuir os gastos na comparação com o ano passado, principalmente as mulheres (47%).

O aumento dos preços dos ovos de chocolates e demais produtos típicos do período sem que a renda também tenha crescido (42%), além do desemprego (21%), são as razões mais mencionadas entre quem acha que vai gastar menos na data comemorativa. No total, 57% dos brasileiros vão presentar alguém nesta Páscoa. Três em cada dez (28%) consumidores estão indecisos e 15% disseram abertamente que não realizarão compras.

Levando em consideração os consumidores que não vão comprar chocolates, os motivos mais citados são o endividamento e a priorização de dívidas (22%).

A falta de costume ou o fato de não gostarem da data (18%) e o desemprego (17%) completam a lista de justificativas. Entre os indivíduos da classe C, os percentuais de endividamento (28%) e desemprego (22%) são ainda maiores do que para o restante da amostra.

“A piora da economia ainda exerce um forte impacto sobre o consumidor, que acaba sendo obrigado a limitar seus gastos para organizar as finanças. Diante dessas dificuldades, até mesmo datas comemorativas de grande apelo como a Páscoa, acabam sofrendo com a priorização de gastos do brasileiro”, afirma o presidente da CNDL, Honório Pinheiro.

Supermercados serão o
principal centro de compra

Os tradicionais ovos de chocolates (65%) despontam na preferência entre os produtos mais procurados nesta data. Outros itens que despertam o interesse dos consumidores são as caixas de bombons (53%), ovos de chocolate infantis (46%), barras de chocolate (37%), chocolates artesanais e caseiros (23%), colombas pascoais (14%) e também bebidas, como vinho (10%).

O principal local de compra deverá ser os supermercados, com 71% de citações. Depois, surgem os shopping centers (24%), as lojas de departamento (22%) e também vendedores de chocolates caseiros (16%).

Na avaliação dos entrevistados, os fatores que mais influenciam na escolha do local de compra são a atratividade do preço (61%), as promoções e descontos oferecidos (51%) e a qualidade dos produtos (48%).

A pesquisa também revela que as pessoas mais presenteadas na data serão os filhos (58%), os maridos e as esposas (46%). As mães (34%), os próprios entrevistados (32%) e os sobrinhos (31%) completam a lista. As mulheres presentearão principalmente os filhos (64%), ao passo que os homens darão presentes principalmente para as esposas (54%). A maioria (61%) dos entrevistados deve comemorar a Páscoa na própria casa.

Publicidade
Compartilhe

Relacionadas
Comentários (0)

ATENÇÃO!

Os comentários publicados neste espaço são de responsabilidade de seus autores e não expressam
necessariamente a opinião do Diário de Jacareí


Por favor, faça o login antes de comentar

23 MAI
Publicidade
Notícias

Blogs
08/04/2017
A Prefeitura voltou a permitir o estacionamento rotativo pago, das 9h às 16h, na rua Barão de Jacareí. Vc concorda com a medida?
06/02/2017
Qual a sua opinião sobre a qualidade do serviços prestados pelo SAAE em Jacareí?
  • 34.1%
  • 31.9%
  • 24.1%
  • 9.9%
Logos e Certificações: