Publicidade
Sexta-feira, 22 de Junho de 2018 | você está em »principal»Notícias»Editorial
Publicado em 13/04/2018 às 14h26
‘Calçadas assassinas, etc.’
A Redação / Diário de Jacareí

Começa a ser aplicada pra valer a determinação da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), de 2016, que bloqueia aparelhos celulares roubados ou piratas. Uma daquelas providências que a gente custa a entender por que não são aplicadas de imediato, tão logo autorizadas. Tecnologia avançada para tanto sempre existiu, mas por razões inexplicáveis não foram aplicadas rapidamente. O mesmo acontece com um cadastro nacional de veículos e uma unificação de informações sobre criminosos, acessível às polícias de todo território nacional, que um dia vai ser rotina, esperamos.

No editorial de 31 de março comentamos que fatos assemelham-se em âmbitos nacional e do município (‘Assim na Terra como em Jacareí!’). E vai aqui mais um exemplo, como foram exemplares construir nova rodoviária em Jacareí, desapropriar terrenos da ferrovia, autorizar a terceira ponte, ligar SJC a Jacareí pela Avenida Davi Lino via fundos da UNIP, dentre outros, arrastados gestão após gestão até que ‘resolvam resolver’.

Há problemas que, parece, estão se eternizando. Um destes o de acabar com as enchentes na Vila Guarani (baixada próxima ao PS Dr. Thelmo) e as ‘calçadas assassinas’, como o povo as apelidou por birra.

Diz a lenda que as enchentes acontecem por causa do Córrego do Turi que, naquele trecho, tem uma quebra em ‘Z’ construída anos atrás para retardar as águas e evitar enchentes mais adiante, na região das avenidas Nove de Julho/Senador Joaquim Miguel. "Desvestiram um santo para vestir outro" porque naquele tempo havia poucas casas nos baixos da Vila Guarani. Desde uns tempos para cá, tudo mudou. Mexeram, mexeram no Turi, mas ‘a marca do Zorro’ ainda permanece lá quase como atração turística (desde que não chova) ou bloqueio das águas de março, o que seria poético não fosse trágico.

Na quinta-feira (12), um homem quebrou a perna ao cair num buraco no trevo do Parque Meia-Lua, que a concessionária da rodovia não providenciou logo sua eliminação. O problema é generalizado. Quanto às calçadas, esqueçamos. Embora em várias residências existam umas impossíveis de serem 'escaladas', é um sonho esperar solução em curto prazo. Quem tem obrigação de reconstruí-las ou repará-las é o proprietário do imóvel; e quem vai ter coragem de intimar ‘meia cidade’ a fazer isso? Como na fábula, seria o mesmo que escolher um ratinho para colocar um guizo no pescoço do gatão.

É a nossa opinião.

Publicidade
Comentários (0)

ATENÇÃO!

Os comentários publicados neste espaço são de responsabilidade de seus autores e não expressam
necessariamente a opinião do Diário de Jacareí


Por favor, faça o login antes de comentar

22 JUN
Publicidade
Notícias

Blogs
08/04/2017
A Prefeitura voltou a permitir o estacionamento rotativo pago, das 9h às 16h, na rua Barão de Jacareí. Vc concorda com a medida?
  • 46.1%
  • 40.7%
  • 7%
  • 6.2%
06/02/2017
Qual a sua opinião sobre a qualidade do serviços prestados pelo SAAE em Jacareí?
  • 34.1%
  • 31.9%
  • 24.1%
  • 9.9%
Publicidade
Logos e Certificações: