Quarta-feira, 18 de Julho de 2018 | você está em »principal»Notícias»Cidade
Publicado em 15/10/2017 às 12h16
Pró-Lar inicia cadastro social para moradores da Avenida Mississipi
A Redação / Diário de Jacareí
Luiz Cepinho/PMJ
Luiz Cepinho/PMJ
Atualmente, na comunidade Mississipi, no Jardim Fl?rida, residem 172 fam?lias

Já está em andamento mais uma etapa da regularização fundiária da Avenida Mississipi, no Jardim Flórida, região oeste de Jacareí. Uma equipe da empresa Consenge - Consultoria e Projetos de Engenharia Ltda., contratada pela Fundação Pró-Lar para elaboração do projeto, está no local para a realização do cadastro social e a medição da área.

A assistente social Tatiana Paulo e Silva explica que o cadastro social é importante para a atualização de dados das famílias que residem na avenida. “Nesse primeiro momento estamos indo de casa em casa para coletar dados das famílias e informar sobre as documentações necessárias para serem anexadas ao processo de regularização”, diz. A expectativa é que o cadastro seja concluído até novembro.

O processo de regularização do local começou em 2 de junho deste ano, quando a Pró-Lar publicou o edital de licitação para escolha da empresa responsável pelo projeto de regularização no Boletim Oficial do Município.

PROMESSA DE CAMPANHA - A regularização fundiária da Avenida Mississipi, no Jardim Flórida (região oeste), é uma promessa de campanha do prefeito Izaias Santana (PSDB). Mas, a regularização da área já foi objeto de Ação Civil Pública proposta anos atrás pelo Ministério Público Estadual, através da Promotoria do Meio Ambiente em Jacareí. De acordo com a promotora Elaine Taborda de Avila foi solicitada, inicialmente, a retirada de todos os seus ocupantes.

“Entretanto, como pedido subsidiário, há a possibilidade de regularização daquela ocupação, desde que ela atenda a todos os requisitos que serão estabelecidos pelos órgãos ambientais, em se considerando que se encontra em Área de Preservação Permanente e, portanto, sob o risco de inundação”, enfatiza.

Ainda de acordo com o MP, não se trata de proposta de ‘livre iniciativa’ da Prefeitura de Jacareí, mas sim da alternativa eleita pelo executivo, “ao invés de ter que reinstalar todos os ocupantes de tal localidade em parcelamentos regulares do solo aqui em Jacareí”, finaliza a promotora de Justiça do Meio Ambiente.

Publicidade
Relacionadas
Comentários (2)

ATENÇÃO!

Os comentários publicados neste espaço são de responsabilidade de seus autores e não expressam
necessariamente a opinião do Diário de Jacareí


Por favor, faça o login antes de comentar

Daniel Rosa   9 mêses atrás
Se ainda existir o documento do cadastro na Pro-Lar,é só procurar e conferir.
Daniel Rosa   9 mêses atrás
Quando iniciou o Pro-lar,estive entre os primeiros cadastrados até hoje nuuuuuunca fui contatado,vida que segue.
18 JUL
Publicidade
Notícias

Blogs
08/04/2017
A Prefeitura voltou a permitir o estacionamento rotativo pago, das 9h às 16h, na rua Barão de Jacareí. Vc concorda com a medida?
  • 46.1%
  • 40.7%
  • 7%
  • 6.2%
06/02/2017
Qual a sua opinião sobre a qualidade do serviços prestados pelo SAAE em Jacareí?
  • 34.1%
  • 31.9%
  • 24.1%
  • 9.9%
Publicidade
Publicidade
Logos e Certificações: