Quarta-feira, 18 de Julho de 2018 | você está em »principal»Notícias»Geral
Publicado em 31/12/2017 às 10h21
Evite o descontrole de gastos e comece 2018 com as finanças em dia
A Redação / Assessoria de imprensa
Ilustra??o
Ilustração
Planejar ? o caminho mais indicado para come?ar 2018 com as finan?as em dia

2017 foi um ano complicado para muita gente, e manter as finanças em dia não foi nada fácil. O desemprego em alta, a inadimplência em um patamar mais elevado e a perspectiva de uma recuperação em médio prazo não são os melhores cenários para quem quer colocar as finanças pessoais em dia. Com tudo isso e com os gastos das festas de final de ano, compra de presentes, viagens de férias, entre outras despesas, manter o equilíbrio pode parecer um desafio.

Diante deste contexto, planejar é o caminho mais indicado para começar 2018 com as finanças em dia. Segundo o professor de Matemática Financeira do curso de Administração da Anhanguera de Pindamonhangaba, Paulo Araújo, planejamento é um conjunto de ações coordenadas e orientadas para tornar realidade um objetivo futuro, de forma a possibilitar a tomada de decisões antecipadamente.

Como é possível realizar o plano para começar o ano novo sem dívidas? "Uma dica valiosa é evitar empréstimos de longo prazo e o consumo excessivo durante as festas de fim de ano. Não comprometa seu orçamento", orienta o especialista.
Grande parte da população deverá levar para 2018 dívidas contraídas em 2017.

"O maior problema de tudo isso é que essas dívidas de 2017 serão somadas a novas despesas como o IPVA, IPTU, e outros impostos e despesas comuns do começo do ano, e, tudo isso poderá acarretar em um caminho perigoso fundado em dívidas", alerta o professor.

O docente da Anhanguera indica que uma solução é, de início, envolver todos da família para que tomem ciência da atual situação financeira em que se encontram.

"Um dos maiores resultados do acúmulo de dívidas é não saber quanto se ganha e muito menos quanto se gasta", afirma. "Para isso, é necessário elaborar uma planilha e realizar uma análise financeira a fim de verificar o que poderá ser reduzido ou mesmo eliminado, buscando um equilíbrio financeiro", explica Paulo.

E ainda, "com os recursos recebidos no final do ano, como o 13º salário e férias, procure priorizar as dívidas com juros maiores (cartão de crédito, cheque especial), eliminando-os com pagamento à vista por meio de empréstimo tomado com outra fonte de recursos de juros mais baixos, reduzindo o montante a ser pago mensalmente", aconselha.

Para o especialista, sem disciplina é impossível seguir adiante no planejamento e atingir sucesso. "A organização das finanças deve ser realizada buscando uma melhor qualidade de vida, alcançando os objetivos, e, principalmente, curtindo momentos especiais com as pessoas que amamos. Tenha isso em mente!", finaliza Araújo.

Publicidade
Relacionadas
Comentários (0)

ATENÇÃO!

Os comentários publicados neste espaço são de responsabilidade de seus autores e não expressam
necessariamente a opinião do Diário de Jacareí


Por favor, faça o login antes de comentar

18 JUL
Publicidade
Notícias

Blogs
08/04/2017
A Prefeitura voltou a permitir o estacionamento rotativo pago, das 9h às 16h, na rua Barão de Jacareí. Vc concorda com a medida?
  • 46.1%
  • 40.7%
  • 7%
  • 6.2%
06/02/2017
Qual a sua opinião sobre a qualidade do serviços prestados pelo SAAE em Jacareí?
  • 34.1%
  • 31.9%
  • 24.1%
  • 9.9%
Publicidade
Publicidade
Logos e Certificações: